As vendas de medicamentos genéricos cresceram 14,30% em volume no primeiro semestre de 2016 em comparação ao mesmo período de 2015. Foram comercializadas 534,6 milhões contra 467,7 milhões no ano passado. Os dados, compilados pela Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos, a PróGenéricos, são do IMS Heatlh. O mercado farmacêutico total, que inclui as vendas de todas as categorias de medicamentos, também apresentou evolução, de 6,14%. Foram comercializados 1,766 bilhão de medicamentos entre janeiro a junho, contra 1,664 no mesmo período de 2015.

Na avaliação da PróGenéricos, com crescimento superior ao dobro registrado pela mercado farmacêutico total, mais uma vez os genéricos seguem puxando os resultados da indústria e se configurando como alternativa de acesso a medicamentos para maioria dos consumidores, especialmente em momentos de crise econômica como o atual.

Market Share

O avanço do segmento em participação de mercado na comparação entre o primeiro semestre de 2016 e o mesmo período de 2015 é um dos indicadores de que a substituição de produtos de marca (referencias e similares) por seus concorrentes genéricos vem ocorrendo. Os genéricos atingiram a marca de 30,7% de participação de mercado em junho de 2016 contra 27,7% em junho de 2015.

Rentabilidade

Em valores, no mercado total as vendas de medicamentos apresentaram alta de 11,96% no primeiro semestre do ano, registrando a movimentação de R$24,1 bilhões, contra R$21,5 bilhões em 2015. Entre os genéricos, as vendas cravaram a marca de R$3,056 bilhões, contra R$2,811 bilhões em igual período do ano passado, apresentando evolução de 8,7%.

Fonte – Snif Brasil

Compartilhe esta matéria