A Takeda Farmacêutica recebeu a certificação do Great Place to Work® (GPTW) – Saúde 2017 e está entre as 10 melhores empresas de saúde para se trabalhar. O GPTW® destaca e reconhece as políticas e práticas para a criação de um ambiente de trabalho produtivo, com alto nível de engajamento e oportunidades de carreira. A subcategoria empresas de saúde também avalia os processos e relações com o paciente e de que forma fortalece o relacionamento com seus públicos e proporcionam produtos com alto nível de inovação.

A Takeda conta hoje com cerca de 2.000 colaboradores e tem duas fábricas instaladas em território nacional – Jaguariúna, em São Paulo, e São Jerônimo, no Rio Grande do Sul. O grande atrativo da companhia é a troca de experiências e a busca por estratégias diferenciadas para manter os colaboradores motivados e engajados. A empresa tem como missão oferecer uma saúde melhor e um futuro brilhante a todos, garantindo opções terapêuticas inovadoras aos pacientes ao redor do mundo.

Veronika Falconer, Diretora Executiva de RH da Takeda no Brasil e na América Latina, diz que a comunicação transparente com os funcionários e a busca pelo desenvolvimento são elementos primordiais na rotina. “É uma grande honra receber a certificação, pois mostra que estamos fazendo escolhas efetivas. O resultado reforça nosso compromisso em ser uma empresa best in class para os nossos colaboradores e nos coloca em uma posição de forte destaque no mercado farmacêutico”, explica.

“Reconhecimentos como o GPTW Saúde reafirmam o cuidado constante que temos com os nossos colaboradores. É com o trabalho e o empenho destes que podemos oferecer uma saúde melhor e um futuro mais brilhante para aquele que está no centro de tudo que fazemos, o paciente”, salienta Renata Campos, presidente da Takeda no Brasil e Head Latam. A premiação, que é a maior pesquisa global de avaliação do índice de confiança dos funcionários com o ambiente de trabalho e análise das melhores práticas de gestão de pessoas dentro do segmento, é realizada em parceria com a Revista Época, da Editora Globo.

Fonte – Snif Brasil

Compartilhe esta matéria