Após identificar desvio de qualidade, a Anvisa determinou, nesta terça-feira (01/12), a interdição cautelar do lote 3225286 do medicamento Cefalexina 500 mg, comprimidos, medicamento genérico, com validade até outubro de 2016, do Laboratório Teuto Brasileiro S/A.

O lote citado apresentou resultados insatisfatórios no ensaio de aspecto, conforme consta no Laudo de Análise Fiscal 619.00/2015, emitido pelo Laboratório Central do Estado do Paraná (LACEN-PR).

A interdição cautelar é uma medida preventiva que vale pelo prazo de 90 dias. Enquanto a Anvisa aguarda o resultado de análise definitivo, é recomendado aos usuários que suspendam o uso do medicamento.

A medida está na Resolução 3.308/2015, publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Fonte – Anvisa

Compartilhe esta matéria