Debater e compartilhar conhecimento foi o principal objetivo do 34º Congresso Nacional de Sindicatos Empresariais do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNSE), que reuniu durante três dias, em Bonito (MT), lideranças sindicais, políticas e empresariais de todo o Brasil. A comitiva paranaense, comandada pelo então presidente da Fecomércio, Darci Piana, contou com a participação do Sindifarma-PR, representado pelo presidente, farmacêutico Edenir Zandoná Júnior.

Realizado entre 23 e 25 de maio, o evento foi aberto pelo presidente do Sistema Fecomércio MS, Edison Araújo, para quem as condutas e estratégias para a sustentabilidade dos sindicatos os capacitarão para os desafios. Também presente, o governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, destacou ser necessária a unidade, através da qual será possível avançar. Representando a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Aldemir Santana, vice-presidente da entidade e presidente da Fecomércio DF, entende que o cenário político-econômico nacional exige mudanças e participação ativa dos empresários, para que, por meio da representatividade sindical, possam contribuir na busca de soluções para os problemas nacionais.

Reforma trabalhista

A programação técnica do congresso foi composta por palestras, talk shows, comissões temáticas e painéis. Entre os palestrantes estava o ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Douglas Alencar Rodrigues, que abordou os “Aspectos Constitucionais da Reforma Trabalhista”. Para ele, estamos diante de uma transição profunda. Por isso, as resistências são compreensíveis, mas devem ser superadas. Ele informou que hoje existem 24 Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs) tramitando no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre diversos capítulos da reforma trabalhista. No caso da área sindical, ele disse ser favorável à concentração de sindicatos de um mesmo segmento numa única entidade.

Momento crucial

“Em um momento crucial em que as entidades precisam se reinventar, o conhecimento é insumo indispensável e aqui pudemos adquirir novos conhecimentos e compartilhar experiências”, concluiu Edison Araújo, do Sistema Fecomércio MS, a respeito do evento, que contou com 1,2 mil participantes.

 

Compartilhe esta matéria