Após uma série de mudanças, os prazos médios para a concessão de registro de medicamentos novos caiu em cinco meses.

Em números, a Anvisa reduziu em 32%, ou seja, em quase 1/3, o tempo de análise em relação a 2014.

Fonte – Anvisa

Compartilhe esta matéria