Em assembleia realizada na última quinta-feira (15), o Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos do Paraná (Sindifarma-PR) decidiu manter a proposta de reajuste de 9% aos farmacêuticos, representados pelo Sindicato dos Farmacêuticos do Paraná (Sindifar-PR), e aprovou a disponibilização de assento para estes profissionais, além da criação de uma comissão mista para questões relativas à segurança nos estabelecimentos.

Também ficou definida garantia dos direitos dos farmacêuticos previstos na Convenção Coletiva vigente até 28 de fevereiro deste ano.

O percentual garante a reposição integral da inflação, de 7,68%, de acordo com o INPC/IBGE para o período até 1º de março, data-base da categoria, além de aumento real de 1,32%.

Em várias rodadas da negociação coletiva e nas duas reuniões já realizadas na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, a última na quarta-feira (14), o Sindifarma-PR vem ratificando a sua disposição e interesse em fechar a Convenção Coletiva de Trabalho 2015/2016.

Mantendo a mesma diretriz dos anos anteriores, de valorização do profissional farmacêutico, tem, ainda, frisado o avanço que representa o índice proposto, considerando o momento econômico significativamente desfavorável.

Na assembleia, os representantes das empresas destacaram o esforço do setor para garantir o reajuste diante da crise e, por isso, a importância de se chegar ao consenso o quanto antes, já que o cenário econômico vem tornando a negociação cada dia mais difícil.

Compartilhe esta matéria