A divulgação irregular de produtos sem registro contendo a erva daninha da espécie Tribulus Terrestris foi proibida pela Anvisa. A Agência determinou, nesta quarta-feira (19/10), a proibição da distribuição, divulgação, comercialização e uso de todos os produtos irregulares que contém traços da planta em suas formulações.

Todos os produtos dessa natureza são passíveis de registro como medicamentos fitoterápicos ou produtos tradicionais fitoterápicos uma vez que alegam propriedades terapêuticas. Os produtos que contém Tribulus Terrestris, no entanto, que não possuem cadastro nem registro na Anvisa são, portanto, considerados irregulares.

A Anvisa determina, ainda, a apreensão e inutilização de todas as unidades dos produtos em questão, encontrados no mercado e comercializados via websites.

Erva de São João também não tem registro

A Agência determinou nesta quarta-feira (19/10), também, a proibição da fabricação, distribuição, divulgação, comercialização e uso do produto Erva de São João. O produto feito de Hypericum perforatum, distribuído pelo estabelecimento Mil Ervas, não possui registro na Anvisa.

Todos as unidades dos produtos Erva de São João (Hypericum perforatum) deverão ser apreendidos e inutilizados quando encontrados no mercado.

Fonte – Anvisa

Compartilhe esta matéria