O Brasil é o 14º no mundo em estudos sobre nanotecnologia na área farmacêutica e já possui vários produtos patenteados. Atualmente, existem mais de dois mil ensaios clínicos de nanomedicamentos sendo realizados internacionalmente, com destaque para produtos destinados ao tratamento do câncer de mama.

Estas foram algumas das informações compartilhadas no workshop Aplicações Práticas de Nanotecnologia em Medicamentos, realizado pelo Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma), em 21 de agosto, com participação de pesquisadores acadêmicos, ABDI e Anvisa.

O potencial promissor da nanotecnologia nas áreas farmacêutica e cosmética foi ressaltado pela profa. Silvia Guterres, titular da cadeira de Nanobiotecnologia e Tecnologia Farmacêutica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

“Hoje há um vasto conhecimento científico e tecnológico desenvolvido, que mostra que diferentes tipos de nanopartículas biodegradáveis têm utilidades fantásticas para a área de entrega de fármacos, por diferentes vias de administração”, afirmou a pesquisadora, que já desenvolveu vários trabalhos na área – alguns em parceria com empresas do setor que resultaram em lançamento de produtos.

Demanda

O presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Luiz Augusto de Souza Ferreira, afirmou que, se houver interesse das indústrias e competências locais, o órgão está pronto a apoiar a nanotecnologia como um segmento transversal importante para o ingresso do país nas cadeias globais de valor. “Tem que ser uma intenção do mercado” [de investir em nanotecnologia], reforçou.

Outros palestrantes foram:

Maria Helena, profa. titular do Departamento de Engenharia de Materiais e de Bioprocessos da Faculdade de Engenharia Química da Unicamp
Mateus Borba Cardoso, pesquisador do Laboratório Nacional de Nanotecnologia
Thais Corrêa Rocha, especialista em Regulação e Vigilância Sanitária da Coordenação de Equivalência Terapêutica (Ceter/Gesef/GGMED) da Anvisa.

Fonte – Snif Brasil
Compartilhe esta matéria