A Anvisa determinou a interdição cautelar do lote 140916 do medicamento Mentelmin (mebendazol), 20 mg/ml, suspensão oral, fabricado pela empresa Theodoro F. Sobral & Cia Ltda.

De acordo com o Laudo de Análise Fiscal emitido pelo Instituto Adolpho Lutz, o medicamento apresentou resultado insatisfatório no ensaio de aspecto por não corresponder com a definição de “forma farmacêutica suspensão” definida na Farmacopeia Brasileira. O produto apresentou forma semi-sólida homogênea de cor laranja com odor alterado, analisado após a agitação.

A suspensão vale por noventa (90) dias. A empresa poderá solicitar a realização de contraprova.

A medida está na Resolução nº 1150, publicada nesta quinta-feira (16/4) no Diário Oficial da União (DOU).

Fonte – Anvisa

Compartilhe esta matéria