Os farmacêuticos que atuam em farmácias e drogarias de Curitiba e das demais cidades que integram a base territorial do Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos do Paraná  (Sindifarma-PR) terão reajuste de 6%, que corresponde ao INPC acumulado no período de 1º de março de 2016 a 28 de fevereiro de 2017, mais 1,31% de ganho real.

A data-base da categoria é 1º de março e a Convenção Coletiva de Trabalho foi fechada após várias rodadas de negociação com o Sindicato dos Farmacêuticos do Paraná (Sindifar-PR) e assembleias gerais dos profissionais e das empresas. O novo piso salarial será de R$ 3.104,00 e o reajuste deverá ser pago de forma retroativa ao mês de março, sendo a diferença em uma única parcela junto à folha de pagamento referente ao mês de novembro. As empresas que concederam a antecipação devem fazer a devida compensação.

Aos farmacêuticos admitidos entre 1º de março de 2016 a 28 de fevereiro deste ano com salário superior a R$ 2.928,00, a correção será aplicada proporcionalmente em função da alternativa do reajuste ocorrido, conforme a tabela abaixo:

 

  • Março/2016                  6,00%
  • Abril/2016                    5,50%
  • Maio/2016                    5,00%
  • Junho/2016                  4,50%
  • Julho/2016                   4,00%
  • Agosto/2016                 3,50%
  • Setembro/2016            3,00%
  • Outubro/2016              2,50%
  • Novembro/2016          2,00%
  • Dezembro/2016           1,50%
  • Janeiro/2017                1,00%
  • Fevereiro/2017            0,50%

 

O acordo já foi registrado no Ministério do Trabalho e Emprego.

A diretoria do Sindifarma-PR destaca a valorização do profissional farmacêutico com o reajuste acordado, considerando o ainda desfavorável cenário econômico atual, e o esforço do setor em garantir a reposição da inflação e o aumento real aos salários, mesmo diante da crise.

Na CCT também ficou estabelecida, para todas as empresas beneficiadas ou abrangidas pela convenção e na vigência desta, de acordo com a decisão soberana da Assembleia Geral Extraordinária do Sindifarma-PR, realizada em março, e com amparo do art. 513, alínea “e”, da CLT, a Contribuição Assistencial Patronal, de R$ 312,00 por estabelecimento comercial. O valor equivale a apenas R$ 26,00 mensais e é de grande importância para que o sindicato continue atuando pelo fortalecimento do setor, garantindo completa assessoria e muitos benefícios.

Confira aqui a nova CCT.

Compartilhe esta matéria