A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira (19) sobre a substância fosfoetanolamina ratifica o parecer técnico do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

É importante informar que não há, até o momento, nenhum pedido de fabricante para o registro da substância na Anvisa.

Enquanto não houver essa solicitação, não há previsão de manifestação da agência quanto a estudos sobre a segurança e eficácia da substância.

Fonte – Agência Saúde

Compartilhe esta matéria