Tendo em vista sua competência de promover a atualização periódica da Farmacopeia Brasileira, a Anvisa abriu a Consulta Pública 241. O texto propõe a revisão das monografias de plantas medicinais e derivados na 5ª edição da Farmacopeia Brasileira, que possui atualmente 58 teses vigentes.

O Comitê Técnico Temático de Farmacognosia realizou uma avaliação de todas as monografias e sugeriu a atualização de 56 estudos. Essas propostas de revisão serão incorporadas à 6ª edição da Farmacopeia Brasileira .

A proposta visa atualizar os seguintes aspectos das monografias:

– Adequação dos textos de descrição botânica
– Inclusão de esquemas representativos da identificação por cromatografia em camada delgada
– Correções de erros
– Alteração do estilo da monografia
– Atualizações em métodos e especificações

Contribuições

Os interessados devem enviar as sugestões para a Consulta Pública 241 até 14 de novembro, por meio do preenchimento do formulário eletrônico. A Anvisa analisará as contribuições e, ao final, publicará o resultado da Consulta Pública no portal da Agência.

Fonte – Anvisa

Compartilhe esta matéria