A Anvisa suspendeu a distribuição, a divulgação, a comercialização e o uso de todos os lotes dos medicamentos fitoterápicos relacionados abaixo. Os produtos foram fabricados a partir de 24 de junho de 2011 pela empresa Laboratório Belém Jardim Indústria e Comércio Ltda.

Nome Comercial Composição

DISSOL Phyllanthus Niruri + “Associações”
FIGABOM Peumus Boldus + “Associação”
R E U M AT E L Bowdichia Spp + “Associações”
JOÃO DA COSTA Echites Peltata + “Associações”
D E P U R ATO N E Echinodorus Macrophyllus + “Associações
APIFLORA Eucaliptus Globulus + “Associações”
AGONIADA Plumeria Lancifolia
CABIFLEX Cynara Scolymus, Casearia Sylvestris, Baccharis Genistelloides E Peumus Boldus
CALMI Chamomilla Recutita, Cymbopogon Citratus, Citrus Sinensis E Passiflora Alata
CASTANHA DA ÍNDIA Aesculus Hippocastanum E Polygonum Acre
J A PA D I Bauhinia Forficata + “Associações”
PIOLÊNDIA Simaruba Amara
S E X O TO N E Trichilia Catigua, Tynanthus Fasciculatus, Paullinia Cupana, Ptychopetalum Olacoides
V E RTO N Chenopodium ambrosioides, Mentha piperita e Rheum palmatum
VINHO DE JATOBEBA Peumus boldus + “Associações”

A medida foi tomada após dados do Relatório de Inspeção Sanitária da Diretoria de Vigilância em Medicamentos e Congêneres de Minas Gerais revelar a existência de riscos para a saúde da população no uso dos produtos. Isso porque os medicamentos eram fabricados sem seguir as Boas Práticas de Fabricação.
A Anvisa determinou que a empresa promova o recolhimento do estoque existente no mercado.

A medida está na Resolução 2.269/2015 publicada nesta quinta-feira (13/8) no Diário Oficial da União (DOU).

Fonte – Anvisa

Compartilhe esta matéria