A Anvisa concluiu nesta terça-feira (2/2) a análise técnica de três produtos para diagnóstico in vitro comerciais para o Zika vírus. Dois produtos utilizam metodologia de imunofluorescência para detecção de anticorpos (IgG e IgM) relacionados aos vírus da Zika, da Chikungunya e da Dengue (subtipos 1, 2, 3 e 4) em um único procedimento de teste de forma combinada.

Um terceiro produto utiliza a metodologia de reação em cadeia da polimerase (PCR) para determinação da presença do vírus na amostra biológica em estudo. Foram concluídas também as análises de outros dois produtos para determinação da presença dos vírus da Chikungunya e da Dengue por metodologia de PCR.

A medida está na Resolução 301/2016, publicada quarta-feira (3/2), no Diário Oficial da União (DOU).

Fonte – Anvisa

Compartilhe esta matéria