Um desvio de qualidade gerou a interdição cautelar do lote 1409579 do medicamento Albendazol 400mg comprimido. O remédio é da empresaCimed Indústria de Medicamentos Ltda e tem validade até agosto de 2016.

O comprimido apresentou resultados insatisfatórios no ensaio de dissolução, conforme consta no Laudo de Análise Fiscal, emitido pela Fundação Ezequiel Dias de Minas Gerais (Funed/MG).

A interdição cautelar é uma medida preventiva e provisória que vigorará pelo prazo de 90 dias. Enquanto a Anvisa ainda aguarda o resultado de análise definitivo é recomendado que os usuários do medicamento suspendam o uso do lote citado.

Fonte – Anvisa

Compartilhe esta matéria