Mês: outubro 2016

Definida composição das vacinas contra gripe para 2017

A atualização das vacinas contra gripe faz parte das recomendações feitas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para garantir a eficácia do produto. Todo o ano a Anvisa aprova uma nova composição da vacina Influenza que considera novos vírus circulantes no país e no mundo. A resolução RDC 119/16 que dispõe sobre atualização das vacinas Influenza foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (31/10). Confira a composição das vacinas influenza a serem comercializadas ou utilizadas no Brasil no ano de 2017:   Vacinas Influenza trivalentes Três tipos de cepas de vírus em combinação, dentro das seguintes especificações: – um vírus similar ao vírus influenza A/Michigan/45/2015 (H1N1)pdm09;   – um vírus similar ao vírus influenza A/Hong Kong/4801/2014 (H3N2); e   – um vírus similar ao vírus influenza B/Brisbane/60/2008 Vacinas Influenza quadrivalentes As vacinas quadrivalentes contendo dois tipos de cepas do vírus influenza B deverão conter: – um vírus similar ao vírus influenza B/Phuket/3073/2013   – um vírus similar ao vírus influenza A/Michigan/45/2015 (H1N1)pdm09;   – um vírus similar ao vírus influenza A/Hong Kong/4801/2014 (H3N2); e   – um vírus similar ao vírus influenza B/Brisbane/60/2008 Fonte – Anvisa Compartilhe esta...

Leia Mais +

Programa de análise dos medicamentos divulga resultados

Todas as análises do Programa Nacional de Verificação da Qualidade de Medicamentos (Proveme) finalizadas neste segundo semestre de 2016 alcançaram, até o momento, resultados satisfatórios. O Proveme, coordenado pela ANVISA, avalia as características físicas e químicas de medicamentos genéricos, similares e de referência por meio dos laboratórios oficiais da Rede Nacional de Laboratórios de Vigilância Sanitária (RNLVISA). Um acordo de Cooperação Técnica Internacional firmado entre a Anvisa e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), no último dia 20 de julho, definiu o escopo do Proveme. Pelos termos do acordo, com duração de 18 meses, serão analisadas...

Leia Mais +

Pesquisa inédita mostra as dores que os brasileiros mais sentem

As causas e a intensidade podem ser variadas, mas não é incomum que a dor atrapalhe nossas atividades do dia a dia. A segunda edição da pesquisa A Dor no Cotidiano, realizada pelo Ibope Conecta, em parceria com a Pfizer, mostrou as dores que os brasileiros mais sentem. Dos entrevistados, 78% dizem ter tido dor de cabeça pelo menos uma vez nos últimos três meses, 63% relatam dor nas costas e 61% afirmam ter sentido dores musculares em outras partes do corpo. Sendo que, em 2015, 65% disseram que a dor de cabeça foi a que sentiram com maior frequência nos três meses anteriores à pesquisa, 41% dor nas costas e 40% dores musculares. De acordo com o estudo de 2016, o estresse é o principal fator que desencadeia a dor de cabeça, enquanto dor nas costas e dores musculares estão relacionadas principalmente à má postura. Quando perguntadas sobre a dor que sentem com mais frequência, a campeã foi dor nas costas, que atrapalha a rotina de 64% dos entrevistados pelo menos uma vez por semana. Mas as dores musculares e a dor de cabeça vêm logo atrás, com relatos de 55% e 58% dos participantes, respectivamente. O médico reumatologista Silvio Figueira Antonio explica que o estresse emocional é um fator determinante para o início, manutenção e amplificação da dor. “Quando estamos estressados, nosso organismo libera substâncias que alteram...

Leia Mais +

Debate com ministro da Indústria tem participação do Sindifarma-PR

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos do Paraná (Sindifarma-PR), o farmacêutico Edenir Zandoná Júnior, participou nesta quarta-feira (26), em Curitiba, de almoço-debate com o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira. No evento, promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais do estado, o LIDE Paraná, o ministro afirmou aos empresários que o governo está focado em resultados e empenhado em enfrentar as discussões para tirar do papel as reformas necessárias ao crescimento do país. A aprovação pela Câmara dos Deputados da PEC 241, que estabelece um teto para os gastos públicos, e o esforço...

Leia Mais +

Pesquisa identifica células do Aedes infectadas pelo zika e cria ‘antivírus’

Uma pesquisa da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) identificou quais células do mosquito Aedes Aegypti são infectadas pelo vírus da zika. De acordo com os autores do projeto, o resultado abriu caminho para que fosse desenvolvidas estratégias de combate a esse mecanismo de transmissão e diminua o número de casos da doença. O trabalho foi realizado em laboratório e ainda vai passar por outros testes em animais e humanos. Segundo a pesquisa, foram identificados 13 lipídios que servem de biomarcadores da infecção pelo vírus da zika. As células estão presentes no mosquito Aedes Albopictus, uma categoria semelhante à do Aedes Aegypti e que também pode transmitir a doença, assim como a dengue e a chikungunya. A multiplicação da doença se dá através do aumento dos lipídios. As estruturas ficam na membrana da célula do mosquito e o vírus da zika reconhece essas moléculas como uma porta de entrada para ele se multiplicar. “Essas moléculas já existiam na literatura, mas o que a gente fez foi identificá-las no processo de identificação viral para saber qual a função delas nesse processo de infecção e multiplicação”, afirmou o pesquisador da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unicamp Carlos Fernando Melo. Antivírus Depois da identificação dos biomarcadores infectados pelo vírus da zika, os pesquisadores fizeram o caminho inverso e desenvolveram estruturas para evitar a multiplicação da doença. As moléculas são antivírus naturais produzidos pelo...

Leia Mais +

Como se avalia um medicamento? Pareceres disponíveis!

Os pareceres emitidos pela Agência no processo de registro de medicamentos estão disponíveis para consulta. O documento chamado de Parecer Público de Avaliação do Medicamento (PPAM) traz uma síntese da avaliação técnica, incluindo o motivo que levou à aprovação ou reprovação do registro de um medicamento. Medicamentos com pareceres públicos disponíveis: Produtos biológicos Medicamentos novos – aqueles com princípios ativos inéditos no país Genéricos inéditos – o primeiro genérico de um determinado medicamento registrado (não inclui genéricos Clone) Fitoterápicos, específicos e dinamizados – apenas nos casos de princípio ativo ou associação de princípios ativos inéditos ou de uma nova indicação terapêutica A lista acima segue a definição adotada pela Agência no último mês de agosto sobre quais pareceres serão divulgados, mas o sistema já contempla medicamentos registrados desde 2014. Apenas os genéricos inéditos registrados como clones não terão pareceres publicados, pois o medicamento clone é aquele já disponível no mercado rotulado de forma diferente. O que é um medicamento clone? A consulta dos pareceres permite a pesquisa pelo nome do medicamento, princípio ativo, categoria do medicamento, tipo de decisão, empresa e data. Nos resultados, além do parecer de avaliação, os interessados também poderão encontrar a bula do medicamento e informações como apresentações registradas, local de fabricação, restrição de uso, entre outras informações. Consulte agora o sistema de Parecer Público de Avaliação do Medicamento. Quais informações estão no parecer Os...

Leia Mais +

Medicamentos Sun Pharmaceutical Limited são proibidos no Brasil

A Anvisa suspendeu a importação dos medicamentos fabricados pela empresa Sun Pharmaceutical Limited (antiga Ranbaxy Laboratories Limited), localizada em Ponda, na Índia, a partir de 06/06/2016. A determinação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), desta quarta-feira (26/10), na RE n° 2.873, de 25 de outubro de 2016, estende-se a todo território nacional. Foram detectadas irregularidades na inspeção para verificação de Boas Práticas de Fabricação nas linhas de produção de comprimidos, comprimidos revestidos e de semissólidos: cremes e géis. A inspeção foi realizada por técnicos da Anvisa no período de 14 a 18/03/2016 e a empresa foi considerada insatisfatória. Seus produtos são de diversas áreas terapêuticas, incluindo cardiologia, neurologia, sistema respiratório, cardiologia etc. No DOU foram publicadas, ainda, as suspenções, no País, do Origina Nim, Desinfetante Klim e produtos Nuteral, Também consta a suspenção temporária do Suco Maratá, sabor Cajá. Origina Nim A RE n° 2.872/2016 suspende a fabricação, distribuição, divulgação, comercialização e uso do produto Origina Nim Citromax, fabricado pela empresa Citromax Indústria e Comércio Ltda. A fabricante não regularizou o rótulo do produto junto à Anvisa, como ocorreu com o rótulo do produto Gramizap Imazapir, que foi devidamente regularizado junto à Agência em 19 de setembro de 2016. A empresa atua no ramo de pesticidas e produtos químicos agrícolas em geral. Desinfetante Klim A Agência determinou que a empresa Klin Comércio e Indústria Ltda., localizada em...

Leia Mais +

Suspensos lenços umedecidos contaminados por bactéria

Dois lotes do cosmético Comfort Personal Cleasing Fragrance Free Essential Bath foram suspensos pela Anvisa nesta sexta-feira (21/10). Os lotes 47195 (validade 13/12/2016) e 48575 (validade 18/03/2017) apresentaram potencial contaminação pela bactéria Burkholderia cepacia. A Anvisa suspendeu a distribuição, comercialização e uso dos dois lotes destacados, pelo risco de contaminação pelo complexo Burkholderia cepacia (CBc), bactérias associadas à disfunções pulmonares em pacientes com fibrose cística. A resolução RE 2.845/16 tem por medida, também, que empresa importadora e comercializadora do produto, Politec Importação e Comércio Ltda, promova o recolhimento do estoque dos lotes em questão. Liberado creme de alisamento A Agência de Vigilância revogou, nesta sexta-feira (21/10), a resolução RE 2.613/16 que suspendia o Creme de Alisamento Amacihair. A empresa Phitoteraphia Biofitogenia Laboratorial apresentou a documentação necessária que comprova a fórmula do produto para os registros da Anvisa, liberando, assim, o cosmético para uso capilar. A resolução RE 2.848/16, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) nesta sexta-feira (21/10). Fonte – Anvisa Compartilhe esta...

Leia Mais +

Reunião no Sindifarma-PR debate produtos de conveniência

Representantes de farmácias de todo o Estado participaram, nesta quinta-feira (20), de reunião no Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos do Paraná, para debater sobre a comercialização de produtos de conveniência nos estabelecimentos do setor. O objetivo foi elaborar uma lista a ser apresentada à Secretaria da Saúde como sugestão do segmento para o texto do decreto que regulamentará a lei estadual 17.733/13. A norma, em vigor há três anos, autoriza a venda de artigos de conveniência, com restrição somente para bebidas alcoólicas, cigarros e alimentos não industrializados. Com a nova proposta, porém, a SESA pretende delimitar quais...

Leia Mais +

Manutenção de rede reagendada para o dia 4 de novembro

O desligamento do datacenter da Anvisa, que estava programado para este final de semana, foi reagendado para o dia 4 de novembro. Dessa forma, os serviços e sistemas da Agência funcionarão normalmente neste sábado. O desligamento está marcado para o período das 20h do dia 4 de novembro até às 20h do dia 5 de novembro. A interrupção será necessária para a manutenção preventiva na rede elétrica do prédio sede da Anvisa e, para isso, os equipamentos de infraestrutura de TI precisam ser desligados. Fonte – Anvisa Compartilhe esta...

Leia Mais +

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/sindifarmapr/www/wp-includes/functions.php on line 3783

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/sindifarmapr/www/wp-includes/functions.php on line 3783